Compare e Economize

Você tem tido gastos desnecessários? Descubra aqui!

Você está precisando economizar e não sabe mais de onde cortar gastos? Pois saiba que, muitas vezes, nem é preciso tanto esforço para  para guardar uma boa quantia de dinheiro. 

Se você ainda não pensa assim,  este é um ótimo momento para transformar seu mindset. É claro que qualquer mudança de comportamento exige uma boa dose de força de vontade. Mas acredite: é possível rever seu orçamento sem precisar fazer grandes sacrifícios! 

Quer um exemplo bem prático?

Será mesmo que você realmente está usando todos os serviços que paga? Ou eles estão ocupando uma parte  totalmente desnecessária no seu orçamento? 

Se você acha que pode estar passando por isso, dá uma olhada na lista de 11 serviços que selecionamos e que podem estar comprometendo suas finanças!

1.Conta  corrente

A taxa mensal de manutenção de serviços do seu banco pode te custar entre R$10 e R$40. Mas fique atento: existe um pacote básico de tarifas bancárias que todos os bancos devem oferecer de forma gratuita para seus clientes.

Ele inclui quatro saques, dois extratos mensais, duas transferências entre contas da mesma instituição e 12 folhas de cheque por mês.

2. Anuidade dos cartões de crédito

Outro gasto que costuma fazer a diferença no orçamento  é a anuidade do seu cartão de crédito, que pode girar em torno de R$250,00, considerando que seja um cartão simples. Se for algo mais especial, esse valor pode chegar a R$1.000,00. Doeu, não é mesmo?

Se você paga o valor integral, saiba que está perdendo uma oportunidade de negociar essa taxa, que pode cair pela metade ou até ser isenta, dependendo do valor mensal que você gasta comprando no crédito.

Existem hoje diversas opções de cartão de crédito que não cobram anuidade e esse pode ser um argumento para a sua negociação.

Basta ligar na central de atendimento e pedir para renegociar a taxa, informando que você fez uma pesquisa de mercado e gostaria de isentar sua tarifa para não precisar mudar para outra operadora.

3. Seguro de cartões

As operadoras de cartão cobram até R$5,00 mensais pelo seguro de proteção de cartão de crédito e débito. Apesar de ser um valor baixo e de assegurar algo que você usa na sua rotina fora de casa, vale analisar se compensa pagar.

 Ver o que está incluso na cobertura, por exemplo, pode te ajudar a tomar a melhor decisão. 

Conteúdo Relacionado:  Como e onde fazer troca de celular?

4. TV por assinatura

Se o único programa que você acompanha na TV por assinatura é a novela das 21h, e a Netflix está aí do lado bombando todo mês com filmes e séries, sai dessa!

Até porque, para assistir a canais na  TV aberta, não é preciso ter um pacote de TV paga, que mesmo com um plano simples pode custar a partir de R$60,00 por mês!  

5. Pacote grande de dados para celular

Super conectados do jeito que somos, consumimos muita internet móvel. Mas quanto tempo do dia você passa efetivamente fora de casa ou em locais que não tenham wi-fi?

 Às vezes, sem perceber, você acaba assinando serviços de conteúdo mesmo sem nunca ter tido acesso a algum desses materiais.

Esses são os chamados  Serviços de Valor Agregado (SVA), que têm valores baixos (normalmente, menos de R$ 5,00). Por isso, a cobrança pode passar despercebida. Portanto, antes de contratar um plano de celular, vale comparar as ofertas e analisar todos os serviços que impactam o preço final do pacote.  

6. Garantia estendida de compra para eletrodomésticos e eletrônicos

Depois de comprar aquela geladeira que você tanto queria, e em parcelas, o valor da garantia estendida pode parecer coisa mínima. Mas seu produto, por lei, já possui uma garantia de pelo menos um ano oferecida pelo fabricante.

Dependendo do produto e da loja que o vendeu, a porcentagem costuma oscilar entre 10% a 20% do valor total. E aí, será que vale mesmo a pena estender essa garantia? 

7. Cheque especial

Usar o  cheque especial já é sinal de que você está com  dificuldade para se organizar financeiramente, ou seja,  está gastando mais do que ganha!

O juro do cheque especial é de mais de 10% ao mês, podendo chegar até a 15% em alguns bancos.

Vamos supor que você estoure sua conta em R$ 1.000,00. Isso quer dizer que pagará no mês seguinte de R$ 100,00 a R$ 150,00 a mais. Por isso, vale a pena rever todas as suas despesas e reorganizar o orçamento para não entrar mais no cheque especial!

8. Academia

Como anda o projeto verão 2020? Parado? Se sim, talvez o plano anual da academia não seja uma boa pedida para você, apesar de parecer mais vantajoso financeiramente.

Veja a seguir como você pode economizar sem deixar de se exercitar:

Plano mensal 

Se você gosta de ir à academia,  pode optar por um plano mensal. Geralmente, ele  custa um pouco mais caro que o anual, mas caso você não queira mais frequentar a academia, não terá dor de cabeça de pagar pela multa que, na maioria das vezes, é cobrada. 

Exercícios alternativos

Uma excelente opção para continuar se exercitando, caso  não curta o ambiente de academia. Você pode fazer exercícios  em casa, com todo o conforto ! Basta escolher uma modalidade com a qual mais se identifica e que atenda às necessidades físicas do seu corpo. 

9. Promoções

Por mais que alguns itens do seu interesse estejam em promoção, não se engane. Você pode acabar  comprando o que não precisa. Então, tenha foco. Suponha  que você queira comprar um sapato gastando  até R$ 100,00.

Numa promoção leve três, pague dois, você gastará R$ 200,00, ou seja,  o dobro do previsto. Vale mesmo a pena?

10. Acréscimos no fast food

“Batata grande por mais R$1?”

Tudo bem, se você realmente gostar de batata frita. Mas não se esqueça que essa é uma estratégia das redes para que você gaste mais do que inicialmente havia pedido.

11. Compras  online com frete grátis

As compras online oferecem  comodidade, mas o valor mínimo para o frete grátis pode ser  uma grande armadilha das lojas online para que você compre mais.

É necessário avaliar se realmente vale a pena adquirir um item a mais: você está mesmo precisando dele  ou está entrando na onda de que essa é uma oportunidade imperdível?

Às vezes, é mais interessante  pagar, por exemplo, R$ 20,00 de frete do que  consumir R$ 50, R$ 80 ou R$ 100 a mais para não precisar pagar pela entrega. 

Ou, quem sabe, compense até deixar a comodidade de lado e ir à loja fisica para comprar o que deseja. 

Pronto! Agora você pode responder às perguntas que fizemos logo no início do texto e descobrir se está pagando por serviços que não utiliza. 

Aproveite para dar o primeiro passo para fazer  um pente fino em seu orçamento e descartar de uma  vez por todas os gastos desnecessários que têm desequilibrado o seu controle financeiro.

Esse texto foi escrito pela Diin, aplicativo que te permite juntar dinheiro, rendendo mais que a poupança. 

Conteúdo Relacionado:  Tutorial: Aprenda como rotear internet do celular ou tablet