Compare planos e economize!

13 dicas importantes para economizar na Black Friday

Dia 23 de novembro acontecerá a Black Friday no Brasil e muita gente está esperando a data para comprar aquele produto que estava precisando com um bom desconto. Mas será que essa data realmente gera economia para seu bolso?

Datas promocionais realmente podem gerar bons descontos ao consumidor. A Black Friday, por exemplo, surgiu nos Estados Unidos como uma proposta de diminuir os preços em até 70%. Porém, é preciso tomar cuidado.

Na pressa para economizar e garantir as melhores ofertas, muitos consumidores não prestam atenção nas condições dos produtos e serviços, e acabam levando prejuízo ou sendo vítimas de fraudes.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas para você economizar na Black Friday e só fazer transações se estiver 100% seguro. Vamos lá? 😉

 

1.      Compare preços entre as diferentes lojas do setor

Já ouviu falar a expressão “tudo pela metade do dobro” ou a famosa “Black Fraude”?

Muitas empresas mascaram o preço real do produto para forjar uma oferta muito atrativa. Elas colocam o preço original como se fosse mais caro, mas, na verdade, continua vendendo os produtos pelo mesmo preço.

Para evitar esse tipo de situação, compare os preços em diferentes lojas do setor, sempre buscando as ofertas mais interessantes e qual era o preço inicial.

Hoje, existem alguns sites que já fazem essa comparação para você, como:

  • Melhor Plano: compara planos de celular, internet, TV por assinatura, telefone fixo e combos
  • Zoom: compara preços de eletrodomésticos, eletrônicos, roupas, móveis e decoração
  • Buscapé: compara eletrodomésticos, eletrônicos, móveis e artigos de esporte
  • Voopter: compara passagens aéreas
  • Entre vários outros

É sempre importante pesquisar sites de comparação para conseguir encontrar o melhor preço.

2.      Leia todas as informações sobre celulares e eletrônicos em ofertas

A compra de eletrônicos movimenta bastante o comércio nessa época do ano. Os celulares e as TV serão o principal foco dos brasileiros na Black Friday 2018, por isso é importante ficar atento às características desses aparelhos.

Leia todas as informações técnicas e tenha certeza de que a versão adquirida é realmente aquela que você queria.

Essa dica é fundamental especialmente no caso dos smartphones, que tem versões diferentes para o mesmo modelo. Pode ser processador diferente, memória maior ou menor.

Confira todos esses detalhes antes de fechar a compra e só confirme quando estiver certo sobre o produto.

Caso você tenha visto algum modelo diferente com um bom desconto, pesquise reviews do aparelho para saber se ele é mesmo um bom negócio.

3.      Faça o mesmo com eletrodomésticos e outros itens para casa

A mesma dica vale para tudo o que for comprar para a casa: geladeiras, sofás, fogão, liquidificadores…

Veja se a marca é a que você conhece ou apenas uma de nome parecido; Compare as medidas dos móveis com o espaço disponível na sua casa e verifique o material e qualidade de acabamento dos produtos desejados.

Dessa forma, a compra pode até demorar um pouco mais, mas vai te evitar muito estresse e dor de cabeça.

4.      Confira o prazo de entrega e valor do frete

Essa é uma importante dica para economizar na Black Friday: conferir o valor do frete. Muitas ofertas vão estar realmente mais baratas, mas o custo do frete pode impactar todo o seu planejamento financeiro para a compra.

Ao pesquisar os valores nos sites, já deixe inserido o número do CEP, para que o próprio site exiba, automaticamente, esses valores. Então, compare o preço final entre as lojas.

Verifique, ainda, o prazo previsto para a entrega. Como muita gente aproveita esse dia para comprar os presentes de natal, a data em que as compras chegarão é fundamental para o sucesso da transação.

Não se esqueça que o prazo costuma ser informado em dias úteis e não dias corridos, por isso desconsidere fins de semana e feriados.

5.      Observe se há condições especiais para a contratação durante a Black Friday

Dica de ouro para a contratação de serviços, especialmente os de longo prazo, como planos de telefonia celular, internet ou TV por assinatura.

Por isso, preste atenção nas letras pequenas no fim do contrato.

Verifique se as condições são válidas por todo o período de assinatura ou apenas por um prazo. É comum planos com preços promocionais nos três primeiros meses e que depois passam por um grande aumento. Há casos em que o preço mais do que dobra.

Para evitar cair nessa pegadinha, compare os planos de internet banda larga com a nossa ajuda!

6.      Fique de olho nas cláusulas de fidelidade e taxas de cancelamento ou mudança de plano

Ainda falando sobre planos de serviços de telecomunicação, uma dica importante para economizar na Black Friday é verificar a cláusula de fidelidade.

As ofertas podem estar interessantes, mas se o seu plano atual tiver algum tipo de taxa para a migração do serviço, o barato pode sair caro.

Por isso, confira se seu plano atual possui multa por fidelidade ou se há alguma taxa para mudança de plano, caso a oferta seja na mesma operadora.

Conheça as ofertas da Claro, da Oi, dos planos TIM, da Vivo e da Nextel para seu celular e comece a planejar agora mesmo o melhor plano para seu perfil de utilização.

7.      Passe longe das lojas que não aparentam ser confiáveis

Outro ponto fundamental é comprar apenas em empresas conhecidas ou que tenham algum selo de verificação. Dê preferências por lojas em que você já tem o costume de se relacionar.

Se for uma loja nova, confira a reputação em sites como o Reclame Aqui ou o Consumidor.Org.

Você pode conferir as lojas participantes e confiáveis no site da Black Friday.

8.      Use as redes sociais como termômetro

As redes sociais refletem bem como as promoções estarão funcionando durante a Black Friday.

Tem um amigo que sempre acerta das compras promocionais? Fique de olho nas postagens dele.

Acompanhe também portais de notícias e o Twitter, que informam, em tempo real, as principais ofertas e também os problemas que acontecerão durante todo o dia.

Também vale acompanhar as suas lojas preferidas, mas tome cuidado para não fazer compras por impulso. Apesar das redes sociais ajudarem a garimpar boas ofertas, elas também te expõe a muitos anúncios tentadores que podem não ser uma boa aquisição a longo prazo.

9.      Tire print das telas em todas as etapas da compra

Quer evitar qualquer problema no futuro? Print todas as telas durante o processo de compra.

Se o produto não chegar ou apresentar condições diferentes daquelas divulgadas, você terá em mãos provas para apresentar ao Procon, por exemplo, comprovando a veracidade das informações alegadas.

Também é bastante comum que os sites mudem o preço de algum produto conforme as compras vão acontecendo. Ter um print da compra, evita que haja cobranças erradas.

10.  Vai comprar celular com preço especial de plano? Verifique o preço em outros sites

Outra sugestão de dicas para economizar na Black Friday é redobrar a atenção com as promoções casadas que parecem muito atraentes.

As operadoras de telefonia, por exemplo, podem oferecer preços especiais de compra de aparelhos de celular para o cliente que contratar um plano. Mas, nem sempre, essa é a melhor opção.

Compare apenas o preço do celular e da oferta, tanto na própria operadora, quanto em outras empresas e outras lojas. Compare também o valor do plano avulso e dentro do pacote com o aparelho.

Coloque tudo na ponta do lápis e faça as contas de qual modelo de compra e de contratação de serviços vai valer mais a pena.

Lembre-se que, para oferecer um valor interessante do celular, a operadora pode querer “empurrar” um plano grande, muito além do que o necessário, o que também não é nada vantajoso.

Leia também:

5 dicas para economizar na hora de comprar seu celular

11.  Aproveite cupons de desconto

Outra boa pedida é aproveitar os cupons de desconto e acompanhar as redes sociais de empresas que concedem esse tipo de benefícios para saber, em primeira mão, sobre as melhores ofertas.

Existem sites dedicado só a isso. Basta digitar “cupons de desconto” no Google para ver várias opções.

Mas atenção: mais uma vez tome o cuidado de verificar se esses sites são confiáveis.

12.  Cuidado com as compras no cartão de crédito

A segurança de dados também merece sua atenção nas compras realizadas durante a Black Friday.

Cuidado com o tipo de informação selecionada, como senhas e dados pessoais. Se a sua empresa fornecer cartões virtuais, prefira essa opção para as compras online, já que é muito mais seguro.

Verifique, ainda, se o valor para as compras feitas com cartões é o mesmo do que à vista e, em caso de diferença, qual o percentual das taxas e o impacto no valor final.

Evite também parcelar muitas compras. Pode parecer um bom negócio, mas as parcelas podem acumular ao longo do tempo e te gerar muitos gastos nos próximos meses.

13.  Evite comprar apenas por estar barato

Por fim, mas não menos importante, evite comprar por impulso.

É tentador ver ofertas com até 70% de desconto, mas se o produto não for necessário e não estiver dentro do seu orçamento familiar, você pode ter um descontrole sério na sua organização financeira.

O ideal é se planejar com antecedência, listar quais itens deseja comprar, qual será o teto máximo de gastos e o valor dos produtos hoje, para saber se realmente estarão com desconto durante a Black Friday.

Vai aproveitar as ofertas da sexta-feira? Se tiver outras dicas para economizar na Black Friday, conte nos comentários. Não se esqueça de compartilhar esse artigo e ajudar outras pessoas a fazerem compras com mais consciência e segurança.