Ver Planos

Como Proteger Meus Dados Na Internet?

Segundo dados do International Communications Unions, atualmente 56% da população mundial acessa a internet. Em números, isso significa que dos 7.7 bilhões de habitantes do planeta Terra, 4.3 bilhões estão conectados virtualmente. Já no Brasil,  o número de usuários de internet móvel e banda larga no país  aumentou em 10 milhões no último ano.

Por um lado, o acesso das pessoas à web traz importantes avanços para o mundo moderno. Exemplos disso são a facilidade de comunicação e troca de informações entre as pessoas.

Em questão de segundos, é possível ter acesso a notícias em tempo real de tudo o que está acontecendo no mundo. Já para as empresas, existe a possibilidade de fazer negócios com menos custos de transação e com alcance internacional.

Por outro lado, com o crescimento exponencial do acesso ao mundo virtual, surgiram situações que ainda não são totalmente compreendidas pela sociedade e nem reguladas pelo Direito.

Isso dá espaço para que agentes mal intencionados abusem da tecnologia com o único objetivo de prejudicar terceiros e obter vantagens ilícitas. Assim, os usuários precisam estar atentos aos riscos que a rede apresenta, principalmente pelos rastros deixados ao navegar na web.

Para diminuir esses riscos, existem algumas medidas de precaução que devem ser observadas. Abaixo, estão algumas delas:

  • Antivírus:

Mantenha sempre um antivírus atualizado em sua máquina. Pequenos malwares se infiltram em computadores desprotegidos e, na maioria das vezes, você nem sente que está lá e é prejudicado;

  • Senhas: 

Opte por senhas complexas, que contenham letras, números e caracteres especiais. Após acessar sites que exijam senhas, lembre-se de sair fazendo o logout.  Assim, você evita que seus dados fiquem expostos quando outras pessoas usarem o computador.

  • E-mail:

É recomendado que não acesse links em e-mails, principalmente se for de remetente desconhecido. É importante lembrar que solicitações como alteração de senhas, download de arquivos suspeitos e informações pessoais não costumam ser feitos por e-mail. Caso haja dúvidas, entre em contato com a instituição e confirme. Fique atento!

  • Cartão de Crédito: 

Confira SEMPRE a veracidade da página onde vai colocar suas informações bancárias. Procure sites que tenham selo de confiabilidade. Se suspeitar de qualquer coisa, suspenda imediatamente a página;

  • Dados sigilosos:

Nunca utilize computadores de acesso público para realizar operações que utilizem dados sigilosos,  principalmente se tratando de informações bancárias;

  • Redes Sociais: 

Configure seus perfis em redes sociais para que suas fotos e comentários sejam vistos apenas por pessoas selecionadas, como amigos e família;

  • Arquivos armazenados na nuvem:

Se for utilizar serviços que irão subir para a nuvem, faça arquivos compactados e com senha.  Assim, somente quem tiver o código conseguirá acessar o conteúdo.

Caso sua empresa utilize ERP com armazenamento em nuvem, certifique-se de que ele cumpra todos os requisitos de segurança e tenha certificado SSL. Assim, seus dados e de sua empresa terão segurança atestada pelos órgãos responsáveis e dificilmente serão alvo de ataques mal intencionados.

É claro que seguir as dicas acima não é garantia de que se estará totalmente protegido e seguro, mas é um começo! A atenção e o cuidado que temos fora do mundo virtual , deve ser duplicada quando estiver online, afinal, não se sabe quem ou o que está por trás dos dispositivos.

Esse texto foi escrito pela Tagplus, plataforma de gestão comercial online para micro e pequenas empresas.

O que é Giga, Mega, Kbps e Mbps?

Quando você ouve alguém dizer “Contratei 15 mega de internet para minha casa” ou “Meu plano de celular oferece 5 giga”, por exemplo, sabe realmente…