Ver Planos

Coronavírus: 4 passos para economizar durante a crise

Em momentos de turbulência, como o que estamos vivendo agora, é fundamental rever o orçamento para economizar durante a crise. Mas, se engana quem pensa que é preciso cortar o cafezinho ou o doce da padaria.

Se trata de consumir de forma consciente, com produtos e itens que realmente importam, e economizando durante as compras.

Por exemplo, se para você é importante ter uma cozinha equipada com eletrodomésticos de última geração, provavelmente, gastar com roupas da moda não vai fazer sentido.

Por isso, separamos algumas dicas práticas e fáceis de seguir para você economizar durante a crise. Desta forma você terá dinheiro para investir, de fato, nas suas metas e objetivos.

1. Reveja seu orçamento

Quantas vezes você parou para analisar quais são seus custos fixos e variáveis? Tem ideia do quanto gastou no último mês com alimentação e lazer?

A proposta de rever o orçamento é fazer uma planilha com duas colunas apenas com o seu consumo fixo e variável.

Dentro da categoria dos custo fixo está: aluguel, internet, mensalidade escolar entre outros. Em contrapartida, nos gastos variáveis você encontra lazer, planos de celular, contas de água e luz.

O ideal é que a alimentação esteja dentro dos gastos fixos, para que você tenha mais controle sobre suas finanças.

2. Planeje as compras do mês

Depois de colocar no papel o custo de vida do mês anterior, será possível ter um panorama geral dos gastos. Assim, fica mais fácil detectar quando o orçamento foi extrapolado e planejar melhor o próximo mês.

Anote todos os gastos que você pretende ter nos próximos 30 dias e separe uma quantia fixa para cada categoria, como lazer, alimentação, contas e etc. Como resultado, você terá muito mais controle sobre os suas despesas e irá gastar menos.

Você também pode usar apps de controle de gastos ou métodos de gestão para ter mais controle dos seus gastos.

3. Identifique seus gatilhos

Essa dica é valiosa! Em qual momento você compra por impulso? Essa pergunta vai nortear melhor suas decisões de compra.

Para muitas pessoas o stress faz com que comprem itens que são desnecessários. Outra emoção que atrapalha as decisões de consumo é a ansiedade.

Faz parte do ser humano descontar esses sentimentos comprando comida ou até mesmo fazendo compras no cartão de crédito.

Olhe no seu extrato as compras que não tinham necessidade e verifique em quais momentos isso aconteceu. É possível que encontre um padrão.

Detectado esse padrão, você poderá ter mais cautela nesses momentos de raiva, stress ou ansiedade.

4. Renegocie custos fixo

Outra alternativa para economizar durante a crise é verificar na planilha do primeiro passo quais os custos fixos que podem ser renegociados.

Se você está com dívidas de cartão de crédito ou qualquer outro parcelamento que tenha juros altos, saiba que é possível liquidar esse valor sem a dor de cabeça de juros extraordinários.

Basta ir na agência de um banco concorrente que te ofereça melhores condições e pedir a portabilidade de débitos. Como resultado você terá parcelas com custo menor e poderá economizar mais.

5. Repense seu estilo de vida

Por último, repense o seu estilo de vida atual. O que você pode fazer para manter a mesma qualidade de vida mas, gastando menos.

Talvez seja necessário sair de um condomínio e procurar uma casa, ou até mesmo parar de gastar com serviços de streaming que não usa e optar por outro mais barato.

Repensar os hábitos não é cortar o cafezinho, mas sim, entender que alguns itens não são necessários e que podem sim ser cortados da sua vida.

O que fazer com o que foi economizado?

Depois dessas dicas com certeza sobrará uma quantia. Mas não saia gastando tudo. Agora o próximo passo é INVESTIR.

Em momentos de crise, fica mais importante do que nunca reservar um dinheiro para o futuro ou para imprevisto. Investir é uma ótima maneira não só de guardar uma quantia, como fazer ela crescer.

Com R$100,00 já é possível encontrar excelentes investimentos para o seu futuro. Além disso, se conseguir guardar R$1.000,00, já é possível rentabilidades superiores a nossa atual taxa de juros.

Acima de tudo, para ficar mais simples de escolher seu investimento, é interessante começar com a reserva de emergência para se proteger de imprevistos.

No site do App Renda Fixa, você encontra diversas opções de investimentos de acordo com os seus objetivos e ainda pode contar com a ajuda dos economistas no botão “Fale com o Especialista”.

Estas dicas são de fácil implementação e você pode começar hoje mesmo a economizar durante a crise.


Este conteúdo foi escrito em parceria com o site Renda Fixa, que ajuda milhares de pessoas a encontrarem os melhores investimentos e informações sobre o mercado financeiro.