Compare Combos

Cortar despesas em casa: como fazer? É tão difícil quanto parece?

Não importa quanto você ganha no fim do mês, se tem dívidas ou está em dia com os boletos. Economizar nunca será demais. Afinal, é cortando os custos de hoje que a gente consegue acumular uma reserva para os dias ruins e, melhor, avançar em projetos maiores. Entre eles, trocar de carro, fazer a viagem dos sonhos e, quem sabe, comprar um apartamento.

Poupar e saber investir são os pés esquerdos e direitos no caminho que nos faz enriquecer. Poupar, na verdade, é o primeiro passo.

Para muita gente, muita mesmo, realizar essa caminhada é um exercício difícil. É muito mais fácil, claro, entrar em uma loja e escolher sem conferir os preços e sem se preocupar com a fatura do cartão de crédito. Porém, esta realidade é para poucos.

Por que é importante organizarmos nossas contas?

Fica mais fácil economizar se seguirmos um planejamento. Como se sabe, planejar significa pensar no presente com olhos no futuro. Estabelecer hoje quais degraus iremos subir antes de descansarmos, em um ponto mais alto.

Todo planejamento financeiro começa com a organização das nossas contas. É o momento de colocarmos na ponta do lápis, ou na planilha, todos os recursos que entram e quais gastos os consomem.  A diferença entre um e outro deve ser positiva. Afinal, é dessa conta que tiramos nossa poupança. Quando acontece o contrário, temos um sério problema. Receitas menores que as despesas levam os nossos sonhos para bem longe.

Para quem ainda não tem uma planilha, a internet está cheia de boas opções. Neste link você consegue baixar a criada pela Bovespa, que ainda traz orientações de educação financeira.

Com tudo anotado, você saberá quanto terá ao fim do mês para investir. Depois, é só escolher as melhores opções de aplicações, sempre em mente o prazo de retorno que deseja.  Quanto mais custos você conseguir reduzir, mais sobra para investir você terá.

Então, mãos à obra. Veja abaixo algumas dicas para diminuir suas contas de energia elétrica, água, telefone, internet e supermercado.

Leia também:

4 dicas para reduzir custos familiares

Não deixe a conta de luz aumentar!

Um dos grandes vilões dos orçamentos domésticos são os aparelhos elétricos. Ar-condicionado, chuveiro e micro-ondas encabeçam a lista dos que mais consomem os caros megawatts.

É possível, porém, continuar usufruindo do conforto possibilitado por essas máquinas sem gastar muito. Sobre o uso dos chuveiros, por exemplo, evite banhos durante o horário de pico, entre 18 e 21h, quando a tarifa da concessionária de energia elétrica costuma ser mais cara.

Outra dica é usar aparelhos eficientes, identificados com o selo do Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica), fabricados com tecnologia para baixo consumo energético. Vale não só para os chuveiros, como também geladeiras, máquinas de lavar, ferros de passar e até lâmpadas.

Sobre as lâmpadas, as desligue sempre que deixar os recintos. Tente aproveitar ao máximo a luz natural. Usar cores claras na pintura das paredes ajuda muito.  Desligue também os aparelhos da tomada. A maioria deles fica em “modo de espera” (stand by), que também exige alguma carga energética. Além do que, em casos de tempestades, os aparelhos fora da tomada estarão protegidos das descargas elétricas.

Saber posicionar os eletrodomésticos também é importante. Evite, por exemplo, deixar próximos o fogão e a geladeira. A alta temperatura do primeiro influencia o segundo, que terá de trabalhar mais para resfriar os alimentos.

Economize água, para o bolso e para o planeta!

Dos eletrodomésticos, vamos às torneiras. A conta de água, na fileira de boletos que temos todos os meses, está longe de ser a mais cara. Porém, economizar ali também é fundamental.

Primeiro, claro, porque contribui nas sobras para a poupança. Segundo, porque ajuda na construção de um mundo menos nocivo aos recursos naturais. A água potável, como se sabe, é um bem escasso, cujo tratamento é dispendioso para o poder público.

As dicas são muitas:

  • Fique atento a possíveis vazamentos na casa.
  • Na faxina, não limpe calçadas e quintais com a mangueira.
  • Tente aproveitar a água da chuva e a que sobrou da máquina de lavar para fazer essa limpeza.
  • Sobre a máquina de lavar, sempre junte uma quantidade grande de roupa suja e use a sua capacidade total.

Assim, além de água e energia, você economizará ainda seu tempo.

Escolha o plano certo de telefonia celular e internet

Usar bem o telefone sem pagar muito requer uma boa pesquisa entre as operadoras.

Com o comparador do Melhor Plano, você consegue fazer essa pesquisa de forma mais rápida e clara. Em alguns casos é possível cortar mais da metade dos gastos com celular.

Decida, primeiro, pelos serviços dos quais não abre mão. Há planos, por exemplo, que oferecem ligações ilimitadas, mas disponibilizam uma internet no smartphone não muito abrangente, e vice-versa.

Depois, veja qual plano oferece o melhor preço e as melhores promoções. Há quem consiga até um aparelho novo em uma troca bem sucedida de contrato. Aí, é só vender o antigo e colocar esse dinheiro a mais em seu projeto de vida.

A pesquisa também funciona para as empresas que oferecem serviços de banda larga e TV por assinatura. Saiba o que você quer e parta para a negociação. Um desconto sempre é possível.

Organize-se antes das compras no supermercado!

 Chegou a vez de falarmos sobre as compras no supermercado, que nem sempre é um exercício prazeroso.

Talvez você até já tenha vivido essa situação. Na boca do caixa, depois de tudo colocado nas sacolas, você descobre que o valor total a ser pago é duas ou três vezes maior do que você estava disposto a gastar. Em casa, arrumando a despensa, você percebe que muito do que você adquiriu momentos antes já estava ali.

Que a conta do supermercado é um peso considerável no orçamento doméstico não há dúvidas. Porém, ela não precisa ser um problema. É possível salvar um bom dinheiro fazendo compras mais certeiras, mirando os melhores produtos nos lugares onde eles estão mais baratos.

O primeiro passo para economizar no supermercado é pesquisar. Acompanhe a variação de preços dos produtos de consumo recorrente, como os da cesta básica. Fique por dentro das promoções, normalmente divulgadas nos sites dos estabelecimentos e naqueles panfletos semanais. Assim que aparecer uma boa oportunidade – e elas sempre aparecem – adquira o produto.

Outra dica é montar uma lista e respeitá-la, o que muitas vezes é difícil, frente aos atrativos das estantes e gôndolas. Sobretudo nas grandes redes, há uma variedade grande de produtos, envoltos em campanhas de marketing muito bem pensadas. As mensagens nas embalagens são tão assertivas que parecem ter sido escritas especialmente para você.  Nessas horas, seja firme. Só leve para casa o que você já tinha definido.

Evite também ir ao supermercado com fome. Fica mais difícil seguir a lista quando você está propenso a comer imediatamente muitas das coisas que estão nas prateleiras. O carrinho acaba mais cheio do que deveria.

Bem, vimos que, com planejamento, as despesas com o supermercado e as contas de luz, água e telefone conseguem ser reduzidas.  Espero que essas dicas sejam úteis para você se tornar um poupador e, assim, conseguir tornar realidade sonhos maiores.

Leia também:

Combos vs Planos avulsos: Saiba qual a opção mais econômica para a sua casa

***

Esse conteúdo foi produzido em parceria com o site meuprimeiroape.com.br , que oferece tecnologia especializada para quem deseja comprar um apartamento.