Compare e Economize

Como uma pequena economia nas contas de telefonia podem se transformar em uma grande economia ao longo do tempo

Você já parou para analisar se os seus planos de internet, telefone, TV e celular representam o melhor custo-benefício para você? É importante ter estes gastos bem alinhados com o orçamento para ter uma economia nas contas de telefonia, caso contrário, pode estar gastando mais do que o necessário.

Para você ter uma noção, de acordo com dados da Pesquisa de Orçamento Familiares, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2009 e 2018, os gastos da população brasileira com planos de TV por assinatura, telefone e internet foram de 0,6% para 1,1%.

Isso mostra uma tendência natural do comportamento dos consumidores, sendo o avanço tecnológico um dos motivos para o aumento de contratações desses serviços.

Em relação à TV por assinatura, há ainda um fator de insatisfação. De acordo com uma pesquisa realizada pela Amdocs em parceria com a Vanson Bourne, 75% dos espectadores brasileiros não estão satisfeitos com a variedade de conteúdo de vídeo e TV a qual têm acesso.

E vale lembrar que o setor de telecomunicações é um dos que mais recebe reclamações. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as queixas de consumidores no primeiro semestre de 2020 aumentaram 6,6% em relação ao segundo semestre de 2019.

Ou seja, percebemos que muitas vezes gastamos um valor considerável do nosso orçamento para um serviço que nos frustra ou gera problemas. Neste caso, a busca pelas melhores condições de custo-benefício é essencial.

É aí que o comparador do Melhor Plano pode te ajudar você a escolher um produto que atenda melhor às suas necessidades e ao seu orçamento.

Cuidado com o “Estado Inercial” na hora de economizar!

Muitas vezes, mesmo encontrando planos mais econômicos e que atendem às suas necessidades, o chamado “estado de inércia” do ser humano acaba prejudicando, pois é comum as pessoas preferirem evitar o processo de entrar em contato com a operadora.

Algumas pessoas sentem desânimo de ter que entrar em contato com o atendimento ou ir até a loja física da operadora para cancelar, negociar ou solicitar as alterações do serviço.

Esse conceito acaba sendo muito bem explorado pela Psicologia Econômica, com o chamado “viés do Status Quo”, que mostra que nosso caminho natural é aquele que gera menos esforço.

Para combater tal inércia, é muito importante buscarmos incentivos e evitar a postergação.

Vale a pena a economia nas contas de telefonia?

Algumas pessoas podem ficar desanimadas ao tentar encontrar o plano ideal. O desânimo acaba sendo alimentado muitas vezes pela sensação da economia nas contas de telefonia não parecer grande.

Se comparar os planos, talvez você perceba que a economia mensal seria apenas de algumas dezenas de reais.

Mas algumas dezenas de reais economizados em um mês, ao longo de um ano, acabam trazendo uma economia muito maior.

Por isso, podemos comparar com uma torneira pingando. De gota em gota, você tem a impressão de que elas não fazem diferença alguma.

Porém, se considerar todas as gotas ao longo do tempo, você vai perceber que o volume passa a ser bem maior e que pode gerar um grande desperdício.

Vamos imaginar o seguinte cenário: uma pessoa está insatisfeita com os planos de telefonia, como por exemplo seu plano de celular.

Então ela comparou os planos disponíveis e encontrou uma opção mais econômica, R$ 90 mais barata.

Em um ano, essa economia é de 12 vezes esse valor, ou seja, R$ 1.080, já em cinco anos, sem considerar efeitos inflacionários, a economia salta para R$ 5.400.

Percebeu como a economia ao longo do tempo faz compensar aquele “esforço” de pesquisar e alterar seus planos, caso veja que existem opções melhores?

Tenha essa grande economia acumulada como recompensa para o hábito, de tempos em tempos, verificar se você está com o melhor plano.

Como economizar nas contas de telefone?

Separamos 3 dicas para te ajudar a economizar nas contas de telefonia, confira abaixo!

1. Como é o seu consumo?
Entenda qual o seu perfil, saiba quantas ligações você costuma fazer por dia e quanto tempo elas duram, o tempo que você costuma usar a internet, quais os aplicativos que mais utiliza, além dos gastos extras que costuma fazer.

2. Compare os planos disponíveis
Após entender o seu consumo, veja os planos de telefone e planos de celular disponíveis na sua região de acordo com suas necessidades. Compare preços, benefícios e qual é o mais vantajoso para você.

3. Contrate o que for essencial
Alguns planos costumam ter adicionais, oferecendo serviços extras que podem não ser necessários. Então avalie se realmente compensa a contratação do serviço adicional, pois o dinheiro a mais pode valer muito se economizar a longo prazo.

Caso ainda tenha dúvidas de qual o melhor plano para você, faça nosso teste rápido!

Gostou das dicas? Então deixe seu comentário!

Este conteúdo foi produzido em parceria com Victor Barboza, especialista em finanças e fundador da GFCriativa