Ver planos de internet

Saiba tudo sobre a Eduroam: a rede de internet sem fio para você se conectar em universidades!

Estudantes e pesquisadores do Ensino Superior sabem o quanto contar com internet é importante para a produção de trabalhos e contato com outras instituições. Porém, gastar seu próprio pacote de dados ou plano de internet banda larga em casa pode ser um investimento alto. Além disso, em viagens internacionais, nem sempre o serviço está disponível para você realizar suas pesquisas sempre conectado.

Para diminuir esses problemas, foi criado o Eduroam (acrônimo para education roaming), uma rede de serviços de telecomunicação para pesquisadores em instituições acadêmicas ao redor do mundo. Não sabe como funciona? Vamos te explicar tudo sobre o assunto neste post!

Procurando um bom pacote de internet para se manter conectado quando não tiver acesso a uma rede wifi? Compare  planos de telefonia móvel disponíveis na sua cidade e economize:

O que é o Eduroam?

O Eduroam é uma rede internacional de serviços de roaming que está disponível para estudantes e pesquisadores de instituições de ensino superior.

Essa rede oferece mais mobilidade à comunidade acadêmica, com conexão Wi-Fi em diversos países (desde que haja pontos de acesso na localidade).

O serviço é fácil de usar e muito seguro para que alunos, professores e servidores das instituições consigam se conectar e continuar contribuindo de forma enriquecedora para as pesquisas de seus países de origem.

Nacionalmente, o Eduroam é organizado pelas redes de pesquisa e educação de cada país. No Brasil, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) é quem cuida da estrutura e disponibilização do serviço. De maneira global, a TERENA patrocina e detém os direitos da rede.

Como o Eduroam foi criado?

O Eduroam existe desde 2002 e começou a ser ofertado, inicialmente, na Alemanha, Croácia, Finlândia, Holanda, em Portugal e no Reino Unido. Rapidamente, o serviço se espalhou para outros países e, desde 2004, recebe apoio financeiro da União Europeia, que co-financia pesquisas relacionadas à rede Eduroam.

Fora da Europa, a Austrália foi pioneira na adesão ao serviço, que logo chegou às Américas, no Canadá e nos Estados Unidos e hoje já está em mais de 90 países do mundo todo.

Como esse serviço funciona? É gratuito?

O Eduroam funciona interligando diferentes instituições de ensino à uma rede segura de internet. Onde o usuário ver que a rede Eduroam está disponível (na lista de conexões de Wi-Fi do próprio aparelho), ele vai conseguir se conectar.

Para o usuário, o serviço é totalmente gratuito, já que as universidades, faculdades, institutos de pesquisas e outras instituições acadêmicas fornecem a internet utilizada na rede.

Além de se conectar à internet em instituições de ensino, o usuário pode navegar pela rede Wi-Fi em bibliotecas, aeroportos, estações de transporte, prédios e outros locais em que a Eduroam esteja disponível, conforme a logística de cada localidade. No Brasil, por exemplo, já são mais de 2,3 mil pontos de acesso.

Wifi não funciona? Descubra soluções alternativas!

Como um usuário pode se conectar?

Para se conectar à rede Eduroam, é só localizar a rede Wi-Fi Eduroam quando você estiver na universidade cadastrada. É preciso ter uma senha e login de conectividade de uma das instituições participantes.

O login é fornecido em formato de e-mail pela instituição na qual o usuário tem relação, seja como estudante, professor ou servidor. Na Universidade Federal de Minas Gerais, por exemplo, o modelo de login é login-minha-ufmg@ufmg.br.

O mesmo acontece com Eduroam USP e Eduroam Unicamp, além de outras faculdades no mundo inteiro.

É preciso confirmar, na instituição de origem, os dados corretos de login e senha para conseguir autorização de navegação nessa rede de internet.

Caso a rede não esteja aparecendo para você, talvez seja necessário configurar o instalador em seu dispositivo (seja smartphone, tablet ou notebook). Acesse este link, insira a instituição de ensino que aparecerá em uma lista e siga as instruções seguintes para download.

Qual tecnologia a rede Eduroam utiliza?

A rede Eduroam utiliza um sofisticado sistema de servidores RADIUS, que operam com rede nacional de roaming. Com tecnologia avançada, o sistema consegue identificar a origem do usuário e sua rede de internet, fazendo todas as conexões necessárias para que ele acesse a internet normalmente, sem qualquer tipo de problema.

Tudo isso funciona por meio das credenciais disponibilizadas pelas instituições de ensino de origem – garantindo acesso seguro e protegido contra invasores.

Assim, não importa se você está acessando Eduroam USP ou em outras instituições. Você tem certeza de que seus dados estão seguros!

Tudo sobre roaming internacional

Como as instituições de ensino podem oferecer a Eduroam? Quais as vantagens?

As instituições de ensino que ainda não disponibilizam essa facilidade para a sua comunidade podem fazer parte da rede Eduroam e começar a oferecer acesso gratuito à internet para membros acadêmicos de várias partes do mundo.

Dessa forma, seus alunos, pesquisadores e funcionários têm acesso a milhares de pontos de conexão enquanto estiverem viajando, dentro ou fora do país.

Com o aumento crescente de intercâmbio entre instituições, que recebem pesquisadores visitantes e também enviam equipes para outros países, é essencial conseguir disponibilizar conexão de qualidade, de um jeito simples e prático.

O custo de implementação e manutenção é muito baixo e a Eduroam oferece outras vantagens:

  • Não será mais necessário criar contas temporárias para usuários visitantes;
  • Alívio para a equipe de suporte, já que os usuários não terão qualquer dificuldade em acessar o Wi-Fi da instituição;
  • Solução única e segura para todos os dispositivos móveis dentro da instituição;
  • Comunicação totalmente baseada em dados encriptados.

Passo a passo para fazer parte da Eduroam

Se você gostou dos benefícios e quer levar a rede Eduroam para a sua instituição, é preciso atender os seguintes requisitos:

  1. A instituição deve fazer parte da Comunidade Acadêmica Federada (CAFe);
  2. É preciso atender às especificações técnicas da Eduroam que dizem respeito a detalhes de hardware e software;
  3. Após ler e concordar com a política de utilização, o responsável pela área de TI da instituição envia um formulário técnico para atendimento@rnp.br e, a partir daí, inicia-se o processo de homologação técnica, que dura em torno de 30 dias.

Mais informações podem ser encontradas no site da Eduroam ou pelo telefone 0800-722-0216.

Como encontrar pontos de conexão?

Para encontrar pontos de conexão e descobrir se o destino da sua viagem possui rede Eduroam, acesse o mapa de pontos de acesso, disponível no site da própria rede.

Se o usuário tiver alguma dificuldade para acessar a rede pela primeira vez, ele pode navegar pelo site da Eduroam e baixar o assistente de configuração, para que todos os ajustes necessários sejam feitos de maneira automática.

Assim, com apenas alguns cliques o usuário já terá todas as configurações demandadas para se conectar à internet sem dificuldade em qualquer lugar do mundo.

E se a sua instituição ainda não aderiu ao Eduroam, você vai precisar de uma boa conexão quando estiver viajando – já que, nem sempre, os hotéis e outros locais oferecem rede de Wi-Fi para os clientes.

Compare os planos de celular com internet oferecidos na sua região e confira as ofertas com pacotes de dados para navegar sem limite!

Leia também: Wifi Calling: Como Fazer Ligações pela Internet

O que é Giga, Mega, Kbps e Mbps?

Quando você ouve alguém dizer “Contratei 15 mega de internet para minha casa” ou “Meu plano de celular oferece 5 giga”, por exemplo, sabe realmente…