Compare planos Nextel e Claro

Fusão entre Nextel e Claro: Como a compra da Nextel pela Claro impacta consumidores brasileiros

A empresa mexicana América Móvil, que controla a Claro no Brasil, acaba de anunciar um acordo para a compra da operadora Nextel aqui no país. Entenda tudo sobre essa fusão entre as operadoras e como ela impacta os clientes.

NII e AI Brazil Holdings, atuais controladoras da Nextel, fecharam negócio com a América Móvil por US$ 905 milhões.

A fusão da Nextel e Claro consolida a América Móvil como uma das principais prestadoras de serviços de telecomunicação do Brasil, fortalecendo sua base de clientes especialmente nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro – onde os planos da Nextel concentram mais clientes.

Hoje, a Nextel é a 5ª maior operadora do país, com 3,3 milhões de linhas ativas. Esse número equivale a 1,4% do mercado brasileiro e se soma aos 24% de participação da Claro, que é a 2ª maior operadora, atrás somente da Vivo.

Entenda a negociação entre Nextel e Claro

A compra da Nextel foi anunciada no dia 18 de março de 2019, pela América Móvil. Com uma transação milionária de R$ 3,5 bilhões, a dona da Claro passa a deter 100% das ações da operadora. Desse valor, será subtraído o total de dívida líquida, estando sujeito a mudanças de acordo com os fechamentos de operações, no final de março.

A fusão da Nextel e Claro ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), mas o processo deve correr tranquilidade, já que a Nextel é relativamente pequena.

O anúncio da compra foi uma surpresa no mercado de telecomunicações já que, até então, a TIM era cotada como a principal interessada pela aquisição, inclusive se posicionando publicamente a respeito desse assunto.

Conteúdo Relacionado:  Saiba como encontrar a loja Nextel mais próxima: endereço, horários, e serviços

As operações da Nextel ainda foram vendidas na Argentina, no Chile, no México e no Peru e a marca também, concretizando o fim das operações da NII Holdings como prestadora de serviços de telecomunicações.

A partir de agora, a Claro fortalece sua atuação como vice-líder do mercado no setor, com 26,4% das operações.

Saiba como fica a vida do consumidor

Uma mudança desse porte sempre traz dúvidas para o consumidor, que ficam sem saber como os planos vão funcionar quando a carteira da Nextel passar a ser da Claro.

Até o momento, as operadoras não divulgaram informações sobre a continuidade ou não dos planos e como será tratada a migração dos clientes, mas especialistas afirmam que eles podem ficar tranquilos.

De acordo com advogados de direito do consumidor, a empresa que fez a aquisição [Claro] deve manter os contratos vigentes sem alterações, assumindo os direitos e deveres da antiga operadora [Nextel].

Na prática, isso significa que o plano contratado deve permanecer com as mesmas condições: preço, quantidade de minutos e dados e tempo de fidelidade. Isso só pode mudar se for do interesse do próprio cliente ou quando houver novos pacotes de acordo com as condições da nova operadora – sem ferir os direitos do consumidor.

De qualquer forma, é importante ficar atento a alguns pontos:

Contrato

Nesse momento de transição, é fundamental ficar de olho no contrato de prestação de serviços para verificar se houve mudança na entrega do plano já contratado.

Caso o cliente note alguma alteração e/ou se sinta lesado, ele pode fazer uma reclamação formal no atendimento da Claro e, posteriormente, na Ouvidoria (caso a solicitação não seja atendida).

Conteúdo Relacionado:  Passo a Passo: Como configurar Internet APN Nextel no Android, iOS 78, 9, 10 e Windows Phone

Se o problema persistir, é possível fazer denúncias na Anatel e no Procon ou até mesmo na Justiça Legal, já que o consumidor não pode ser prejudicado em função da venda de operações.

Instabilidade de sinal

Infelizmente, nesse primeiro momento, o cliente pode sentir uma certa instabilidade no sinal da operadora. Como, atualmente, a Nextel utiliza as antenas da Vivo, pode haver uma queda no processo de migração para as antenas da Claro.

O consumidor pode ficar tranquilo, pois a instabilidade é temporária. Mas se o problema no sinal persistir por muito tempo, faça uma reclamação formal.

Migração automática

Os clientes da Nextel passam a ser, automaticamente, da carteira da Claro. Portanto, não será necessário se preocupar com documentos ou novos contratos.

A Nextel vai acabar?

Ainda não é certo afirmar isso. A NII Holdings , que era dona da Nextel, encerrou suas operações, mas o nome da marca também foi vendido. Portanto, a fusão entre as operadoras não significa que a marca Nextel chegará ao fim.

Os planos e o estilo da operadora podem continuar mesmo sob o comando da América Móvil. Isso vai depender de decisões futuras da empresa.

Já houve uma fusão semelhante, entre a NET e a Claro, em que a América Móvil adquiriu a NET e manteve seu nome e o estilo dos seus planos.

Por isso,  ainda é possível adquirir os planos da Nextel normalmente, pelo menos até que a empresa se pronuncie.

A contratação de planos também continua sendo feita pela Nextel. Caso você queira contratar um plano da operadora, basta acessar o site e preencher o formulário para receber a ligação de um atendente.

O que os clientes estão dizendo?

Com o anúncio da fusão da Nextel e Claro, os consumidores se manifestaram nas redes sociais. Os clientes ainda estão incertos sobre os benefícios da união e não sabem se a compra será vantajosa para o público.

Conteúdo Relacionado:  Nextel é a melhor operadora de celular na pesquisa nacional da Anatel em 2019

Por enquanto, resta aguardar para ver se a fusão será aprovada e se, realmente, trará melhorias para os usuários.

Nextel e Claro: fusão causará impacto nos concorrentes

A fusão da Nextel e Claro tem como principal atrativo  a aquisição das faixas 1,8 GHz e 2,1 GHz, e a base pós-paga de clientes de São Paulo e Rio de Janeiro.

O que isso significa: A Claro passa a ter um espectro maior de operação, entregando um serviço de mais qualidade para os clientes e se tornando uma empresa mais competitiva. Assim, a Claro fica em uma posição mais confortável em um leilão de rede 5G.

Esse novo potencial de atuação da Claro vai interferir diretamente na força da Vivo, líder de mercado, que tem 36% de participação do mercado e pode ser atingida pelo momento de consolidação da operadora que adquiriu a Nextel.

O custo de aquisição desse tipo de cliente é bastante alto. Por isso, a Claro passa a ter uma presença mais relevante com essa fatia do setor.

Em nota oficial, a América Móvil afirmou que “a Claro vai consolidar sua posição como uma das principais prestadoras de telecomunicação no Brasil”, isso porque o número de assinantes vai aumentar, bem como a cobertura e qualidade dos serviços vendidos.

Até o momento, a operação não foi concluída, mas a previsão é de que a aquisição se dê sem qualquer obstáculo.

Qual a sua opinião sobre a fusão da Nextel e Claro? Conte nos comentários e diga se ainda tem alguma dúvida sobre esse assunto.