Carregando...

logo melhor plano

Copom: entenda a função desse órgão e quando serão as reuniões em 2022!

As definições do Copom impactam diretamente na sua relação com o dinheiro, seu poder aquisitivo, seus investimentos, taxas de juros que você paga ao fazer um empréstimo, entre outros temas relevantes.

Nesse conteúdo vamos te explicar o que é o Copom e como esse órgão impacta a sua vida financeira. Confira!

O que é o Copom?

O Comitê de Política Monetária (Copom) é um órgão do Banco Central do Brasil (Bacen).

Ele foi instituído no dia 20 de junho de 1996 para estabelecer as diretrizes da política monetária do país, e definir as mudanças da taxa básica de juros, a taxa Selic.

A política monetária é um grupo de medidas adotadas a fim de controlar a quantidade de moeda em circulação na economia do país. Essas medidas afetam a inflação e a taxa básica de juros.

O principal intuito das reuniões do Copom é calibrar a taxa Selic para que a inflação anual do país fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Como é formado o Copom?

O Copom é formado pelo Presidente do Banco Central e oito diretores associados ao Bacen. Também participam do comitê sete agentes relacionados à Economia Nacional.

Assim, entre os membros associados ao Bacen estão:

  • Presidente;
  • Diretor de Administração;
  • Diretor de Política Econômica;
  • Diretor de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos;
  • Diretor de Fiscalização;
  • Diretor de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações do Crédito Rural;
  • Diretor de Política Monetária;
  • Diretor de Regulação;
  • Diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania.

E entre os agentes relacionados à Economia Nacional que participam da primeira reunião do Copom, estão os chefes dos seguintes departamentos:

  • Departamento de Assuntos Internacionais (Derin);
  • Departamento Econômico (Depec);
  • Departamento de Estudos e Pesquisas (Depep);
  • Departamento de Operações Bancárias e de Sistemas de Pagamentos (Deban);
  • Departamento de Operações do Mercado Aberto (Demab);
  • Departamento de Relacionamento com Investidores e Estudos Especiais (Gerin);
  • Departamento de Reservas Internacionais (Depin).

As reuniões do Copom acontecem durante dois dias, a cada 45 dias.

E na segunda reunião, participam apenas os membros do Copom associados ao Bacen e o chefe do Depep.

Qual a função do Copom?

Segundo o Banco Central, estão entre as funções do Copom:

  • Análise do Relatório de Inflação;
  • Estabelecimento da meta da Taxa Selic;
  • Análise e implementação da política monetária por meio da Selic.

Qual é a relação do Copom e a taxa Selic?

A taxa Selic Meta é estabelecida pelo Copom em suas reuniões a cada 45 dias. Ela é a taxa básica de juros que é utilizada como parâmetro pelos bancos e financeiras para determinar as taxas Selic Over.

A Selic Over, por sua vez, é a taxa de juros cobrada nos empréstimos de curtíssimo prazo, até um dia de duração, entre as instituições financeiras. Essa taxa pode sofrer alterações diariamente.

Dessa forma, a Selic Meta impacta nos níveis de inflação e nas demais taxas de juros praticadas por todo o sistema financeiro.

Para estabelecer o valor da Selic Meta, o Copom leva em consideração informações como:

  • Nível de inflação;
  • Nível de atividade econômica;
  • Evolução dos agregados monetários;
  • Situação das contas públicas.

Como funciona a reunião do Copom?

As reuniões do Copom acontecem a cada 45 dias por dois dias consecutivos, sempre às terças e quartas-feiras.

A primeira sessão é destinada às apresentações técnicas da situação econômica do país e envolve diversas análises da economia brasileira. Assim, ela serve de embasamento para as decisões relacionadas à Taxa Selic na segunda sessão.

O valor da taxa Selic é definido através de votação, em que prevalece o voto da maioria. Caso haja empate, a decisão final fica por conta do presidente do Banco Central.

Ao fim das reuniões do Copom, é publicada uma ata que reúne os estudos, decisões e conclusões relativas à política monetária do país. O documento tem o objetivo de explicar, de forma transparente, os motivos da alteração do valor da taxa Selic.

Tal ata é publicada sempre na semana subsequente às reuniões. E alguns dos temas abordados nela são:

  • Atualização da conjuntura econômica e do cenário do Copom;
  • Riscos em torno dos cenários para a inflação;
  • Discussão sobre a condução da política monetária;
  • Decisão de política monetária.

Quando será a próxima reunião do Copom em 2022?

Confira as datas do Calendário Copom 2022:

  • 1º e 2 de fevereiro;
  • 15 e 16 de março;
  • 3 e 4 de maio;
  • 14 e 15 de junho;
  • 2 e 3 de agosto;
  • 20 e 21 de setembro;
  • 25 e 26 de outubro;
  • 6 e 7 de dezembro.

Qual é a importância do Copom para a economia?

O Copom é o órgão responsável pela definição da taxa Selic. É essa a taxa utilizada pelo Banco Central como instrumento de política monetária para controlar a inflação.

Além disso, a taxa Selic serve de referência para as demais taxas de juros praticadas pelo sistema financeiro.

Dessa forma, as decisões do Copom impactam diretamente a economia do país.

Quais os impactos da taxa Selic na economia?

Veja abaixo os principais efeitos da variação da taxa Selic na economia:

⬆️ Se a taxa Selic sobe  ⬇️ Se a taxa Selic cai
Taxas de empréstimo e financiamento mais altas; Empréstimos e financiamentos mais baratos;
Cheque especial e cartão de crédito com juros mais altos; Cheque especial e cartão de crédito com juros mais baixos;
Menores níveis de consumo; Maior circulação de dinheiro na sociedade;
Menor crescimento econômico; Maior crescimento econômico;
Redução no valor do dólar frente ao real; Maior preço de produtos;
Desencorajamento ao empreendedorismo; Encorajamento ao empreendedorismo;
Redução de empregos; Maior número de empregos;
Mais rentabilidade nos investimentos em renda fixa. Menor rentabilidade nos investimentos em renda fixa.

 

Em resumo, um aumento na taxa Selic tende a desestimular o consumo, diminuir a tomada de crédito e aumentar os níveis de poupança. Já uma queda da taxa Selic tem efeito contrário.

Por afetar diretamente a aquisição de empréstimos ou financiamentos, a taxa Selic também influencia nos processos de análise de crédito.

Quais os impactos da taxa Selic nos investimentos?

Ao determinar a taxa Selic o Copom também influencia nos investimentos, pois a Selic funciona como indexadora da maioria dos investimentos de renda fixa.

Isso significa que a rentabilidade das principais opções de investimentos depende em grande parte do valor da taxa, tanto de forma direta quanto indireta.

São exemplos de investimentos de renda fixa indexados pela taxa Selic:

  • Tesouro Selic;
  • Títulos privados pós-fixados (CDB, LCI, LCA, LC, entre outros);
  • Títulos pré-fixados;
  • Poupança.

A variação da taxa também influencia indiretamente nos rendimentos dos investimentos de renda variável, como:

  • Ações;
  • Fundos imobiliários;
  • Mercado Futuro, entre outros.

Isso ocorre porque no setor privado, os empresários e as bolsas de valores também acompanham a taxa Selic para analisar a situação econômica do país antes de efetivar suas decisões.

Perguntas frequentes sobre o Copom

Qual o significado de Copom?

Copom é um órgão do Banco Central do Brasil (Bacen) e significa Comitê de Política Monetária.

Aproveite e saiba mais sobre o que é o Copom!

Com que periodicidade se reúne o Copom?

As reuniões do Copom acontecem a cada 45 dias por dois dias consecutivos, sempre às terças e quintas-feiras.

Descubra como funciona a reunião do Copom!

O Copom aumenta a Selic?

O Copom pode aumentar ou reduzir a taxa Selic em suas reuniões, realizadas a cada 45 dias, considerando o que é mais interessante para a economia do país.

Saiba mais sobre a importância do Copom para a economia aqui!

Por que o Copom reduz a taxa Selic?

O Copom pode reduzir a taxa Selic para tentar aumentar a inflação e controlar o poder de compra da moeda.

Descubra como o Copom impacta na economia do Brasil!

Conteúdo atualizado em

João Cléber Rocha

Por João Cléber Rocha

Analista e produtor de conteúdo financeiro da Melhor Plano, João é um profissional com certificação ANBIMA CPA-20, que escreve sobre educação financeira e investimentos para te ajudar a lidar melhor com o seu dinheiro.

Melhor Plano

© Melhor Plano 2022
Todos os direitos reservados.

Endereço: R Sergipe, nº 625, Sala 503 Savassi | Belo Horizonte - MG
CEP: 30130-171

Telefone: +55 (31) 97575-9932

MelhorPlano no FacebookMelhorPlano no InstagramMelhorPlano no TwitterMelhorPlano no YoutubeEmail de Contato
Ícone Site Seguro Google

O time do Melhor Plano faz o máximo de esforço para manter toda a informação precisa e atualizada. Porém, é possível que você veja um preço diferente ao visitar especificamente o site do provedor do serviço. Ao existir uma diferença, é possível que nosso time já esteja trabalhando para atualizá-lo, ou que nosso parceiro de venda tenha oferta diferente (tentamos manter no site as melhores ofertas para você). Ao solicitar a contração de um serviço, verifique os termos da contratação com o provedor do serviço.