Carregando...

melhorplano logo

GESTÃO FINANCEIRA

7 dicas de como manter uma boa organização financeira

A organização financeira pode ser uma alternativa para que você tenha uma vida mais tranquila. Prever gastos contribui para que você encontre maneiras mais econômicas de pagar as contas e garantir o bem-estar de sua família.

Se você está contraindo dívidas, é sinal de que os gastos estão fugindo do controle, e portanto é preciso colocar tudo na ponta do lápis e analisar o que pode ser feito.Nesse texto traremos dicas para quem deseja aprimorar a organização financeira.

Sendo assim, se está com dificuldade para analisar sua situação, confira ações que vão te ajudar a retomar o controle das suas finanças.

1. Liquide dívidas na organização financeira pessoal

Livrar-se de todas as dívidas é um passo importante na organização financeira. Aquele empréstimo para se consultar com um cirurgião plástico de confiança veio em boa hora, mas precisa ser pago o mais rápido possível.


O ideal é registrar todos os valores que você precisa pagar, para depois tentar formas de negociação com os credores. É preferível pagar toda a dívida de uma vez, para evitar os temidos juros.


Seu orçamento será impactado, mas com todas as dívidas liquidadas, o planejamento financeiro será beneficiado.

2. Tenha metas para organização financeira familiar

É importante saber por que você quer economizar dinheiro para direcionar melhor seus esforços.Existem diversas razões comuns, como:

  • Diminuir a conta de luz;
  • Juntar dinheiro para viajar no fim do ano;
  • Construir a casa própria;
  • Comprar um carro novo.

Independente de qual seja seu objetivo, não se esqueça de definir um prazo para cumpri-lo. Assim, você vai ficar mais motivado e se esforçar mais.

3. Faça uma planilha de organização financeira

Seus gastos são condicionados diretamente ao seu salário. Por exemplo, não faz sentido você ir trabalhar num coworking em João Pessoa todos os dias, sendo que pode trabalhar de casa a maior parte do tempo.

Para entender seus gastos o ideal é fazer uma planilha listando cada um deles e o valor médio que vai ser destinado para pagá-los. Não exagere no cartão de crédito. Ao mesmo tempo que ele representa facilidades nas transações bancárias, é também um incentivo a gastos supérfluos que se exagerados vão impactar negativamente seu orçamento.

As horas de lazer também precisam ser monitoradas. Não se trata de não se divertir, mas ter certeza que os gastos não estão atrapalhando sua estabilidade financeira.

4. Utilize um app de organização financeira

Outra opção alternativa a planilha de gastos é ter um aplicativo de gestão para registrar seus gastos com IPVA, IPTU e Imposto de Renda e outras dívidas que você precisa pagar regularmente.

Sendo assim, você pode registrar tudo numa planilha, num app ou nos dois ao mesmo tempo. O dinheiro de cada um deles precisa estar disponível na data de pagamento. Por isso, calcule previamente o valor previsto para pagar essas taxas e evite problemas a longo prazo.

5. Pense em maneiras de ganhar uma renda extra

Caso você esteja plenamente organizado e ainda assim não consiga pagar todas as contas em dia, é sinal de que seus rendimentos não são suficientes.

É hora de pensar em formas de complementar sua renda. Invista em qualificação, como um curso de organização financeira, curso de liderança ou outro treinamento que você considerar relevante e ofereça serviços que você já conhece bem.

Publique em suas redes sociais para espalhar a informação. A internet facilita muito a divulgação, especialmente se você possuir uma vasta base de contatos.

Saber adequar uma atividade complementar à rotina é o diferencial para manter o mesmo nível de produtividade na atividade principal. É um sacrifício que vale a pena.

6. Tenha uma reserva de emergência

Ter o dinheiro exato para pagar todas as contas não é suficiente. Uma emergência pode surgir e ter uma reserva para ela é determinante para passar por dificuldades com o mínimo de segurança.

Uma reserva financeira também é primordial para evitar que você precise realizar ações desesperadas, como pensar “quero vender meu apartamento urgente”.

Destine uma parcela do seu salário para esse fundo, todo mês. Dessa forma, você estará mais seguro caso algo imprevisto aconteça.

7. Invista

O dinheiro que você economiza não pode ficar parado e perder o valor. Uma maneira de garantir maior rentabilidade é investir. Seja um rendimento de poupança ou em investimentos de renda fixa, seu dinheiro vai render e seu orçamento mensal vai ser incrementado.

Cuidar da organização financeira não é uma tarefa fácil, pois são muitas variáveis envolvidas. No entanto, torna-se mais simples com algumas dicas que você conferiu aqui. Ressaltando que a palavra-chave é prever gastos.

Se você tem essas previsões, se planejar é mais seguro. Com isso em mente, coloque tudo na ponta do lápis e trabalhe para que seu salário renda mais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Conteúdo atualizado em 15/04/2021

Eduardo Sena

Por Eduardo Sena

Analista de Marketing e SEO

O time do Melhor Plano faz o máximo de esforço para manter toda a informação precisa e atualizada. Porém, é possível que você veja um preço diferente ao visitar especificamente o site do provedor do serviço. Ao existir uma diferença, é possível que nosso time já esteja trabalhando para atualizá-lo, ou que nosso parceiro de venda tenha oferta diferente (tentamos manter no site as melhores ofertas para você). Ao solicitar a contração de um serviço, verifique os termos da contratação com o provedor do serviço.