Carregando...

melhorplano logo

RENDA EXTRA CRIANDO UM BLOG

Dicas para conseguir uma renda extra criando um blog

Você já pensou em criar um blog e conseguir uma renda extra com ele? O Melhor Plano possui centenas de conteúdos te ajudando a economizar nas suas contas, mas a economia não é só poupar.

Você também pode ter mais dinheiro para investir em você buscando fontes de renda extra e uma boa oportunidade está na internet. Pois é, escrever para a web pode trazer mais do que a possibilidade de aprofundar seu conhecimento e trabalhar em um nicho de interesse.

Uma renda extra recorrente gerada pelo seu blog pode pagar não só os custos de manutenção e suas horas dedicadas de trabalho, como também pode fazer com que sonhos maiores saiam do papel. E essa é a graça do mundo digital, todo mundo pode empreender e buscar oportunidades de negócios.

Segundo a Content Trends 2018, 98,9% das pessoas entrevistadas consomem conteúdo online, e com certeza, uma boa parte dela está interessada nas informações e produtos que seu blog deseja vender.

Com planejamento de conteúdo de qualidade, métricas para acompanhar e ajustar a performance e as soluções de rentabilização mais compatíveis com o projeto, esse plano é perfeitamente possível.

Mas, quais são as formas de monetizar um blog mais eficientes? E, como saber em quais delas investir?

Pensando nisso, trouxemos as melhores dicas para conseguir renda extra com seu blog que, se bem executadas, podem gerar um excelente retorno financeiro.

Quer trocar o seu cartão de crédito?

Compare as opções disponíveis e economize!

VER CARTÕES

1. Tenha uma relação íntima com seus leitores

É muito mais fácil vender qualquer coisa para alguém que você conhece. Por isso, comece traçando um perfil das pessoas que visitam seu blog, ou melhor dizendo, sua persona.

Persona ou Buyer persona?

Persona é uma representação semi-fictícia do lead ideal de um negócio ou blog. Assim, ao planejar quais conteúdos abordar nas postagens, é preciso considerar quais seriam os mais atraentes para esse personagem.

A buyer persona é a representação do cliente ideal de um negócio, ou seja, aquele que todos os diferenciais e argumentos apresentados — sobre um produto ou serviço — fazem sentido para ele.

O qual o preço ofertado é justo e os canais de vendas são os mais úteis para sua experiência. Se o blog tem algum tipo de produto, então a buyer persona é a mais adequada. Para blogs que exploram mais conteúdos noticiosos, a persona pode ser mais indicada.

Usando um calendário editorial, por exemplo, é possível fazer o planejamento do conteúdo para cada ciclo considerando os interesses da persona, e depois, acompanhar o desempenho de taxa de abertura, uso dos links internos, conversão do call-to-action (CTA) no final do post, visualizações e melhor horário de publicação.

Acompanhar o desempenho das postagens permitirá avaliar se a personalização do conteúdo de acordo com as dores e necessidades da persona foram bem sucedidas.

2. Trabalhe sua autoridade

Além de conhecer o perfil e as necessidades do público, é preciso que eles também reconheçam sua autoridade, seja uma marca pessoal, seja de um negócio, seja do blog de conteúdos. Para isso é necessário se destacar em relação a concorrência, ter um diferencial poderoso e amplo conhecimento da área.

Ao criar um blog de pesca esportiva, por exemplo, é preciso ter um conteúdo especializado sobre os equipamentos, melhores destinos para o esporte, técnicas profissionais, quais são as competições mais famosas, os principais competidores etc.

Demonstrar seu domínio e conhecimento sobre o assunto naturalmente criará uma relação de confiança com suas informações.

Assim, se um conteúdo do blog direcionar para a compra de um curso online sobre anzóis, os consumidores estarão mais propensos a adquiri-lo.

3. Planeje seu conteúdo usando o funil de marketing

Depois de escolher qual a forma de gerar renda no blog, é preciso entender que os produtos ou serviços estarão no fim da jornada do público do blog.

Ou seja, é preciso conduzi-los até lá. Essa é a função do funil de vendas, que no planejamento dos conteúdos, ajudará a determinar que tipo de incentivo é mais adequado para os leads receberem até seu convencimento sobre a compra.

Funil de marketing

O funil é dividido em três partes e tem sua abertura mais ampla acima:

  • Topo do funil é onde os potenciais compradores devem receber incentivos que despertem sua curiosidade, que façam com que descubram terem um problema ou necessidade não atendida;
  • Meio do funil é a segunda etapa do processo, e recebe aqueles que descobriram uma carência ou desejo, e querem saber quais as melhores formas de saná-los. Eles então, começam a considerar sobre as possíveis soluções;
  • Fundo do funil, por fim, é onde os conteúdos serão direcionados para que os interessados façam a compra.

Se a ideia é vender sessões de coaching online, por exemplo, conteúdos para o topo de funil demonstrariam as atitudes das pessoas que prejudicam suas performances, que diminuem a auto estima etc.

No meio do funil meios de lidar com esses problemas poderiam ser apontados, como a melhoria da alimentação, aulas de coaching, dicas sobre sessões de coaching online e outros.

Para o fundo de funil, posts que demonstrassem como escolher um bom coach, quais são os diferenciais de uma sessão de coaching e os resultados a serem alcançados fariam com que o visitante do blog finalmente tomasse sua decisão de adquirir o serviço.

Para soluções de monetização que exigem um bom volume de tráfego, como é o caso do Adsense, o planejamento analisaria a frequência de postagens, melhores horários, usos de estratégias de SEO para otimização do conteúdo e muito mais.

5. Tenha um bom plano de internet

Para conseguir seguir todas as diretrizes acima e investir no seu blog para ter uma renda extra, é preciso ter um bom serviço de internet. Ao mesmo tempo, é importante que o gasto com a banda larga não seja maior do que antes. 

Dessa forma, você evita ter mais despesas do que uma renda extra. Por isso, é importante comparar as opções de planos de internet na sua região e avaliar qual possui o melhor custo-benefício.

A gestão de um blog exige esforço e investimento, mesmo que tenha sido inicialmente criado por lazer. Mas, ganhar uma renda extra com ele é uma forma de reduzir despesas pessoais, então é preciso ser organizado com os valores gastos e recebidos.

Se o planejamento for bem feito, executado, e, adotando os meios de monetização mais adequados para o nicho, as possibilidades de ganhos podem superar as expectativas e se tornarem uma das fontes principais de receita.

Conteúdo atualizado em 15/03/2021

Eduardo Sena

Por Eduardo Sena

Analista de Marketing e SEO

O time do Melhor Plano faz o máximo de esforço para manter toda a informação precisa e atualizada. Porém, é possível que você veja um preço diferente ao visitar especificamente o site do provedor do serviço. Ao existir uma diferença, é possível que nosso time já esteja trabalhando para atualizá-lo, ou que nosso parceiro de venda tenha oferta diferente (tentamos manter no site as melhores ofertas para você). Ao solicitar a contração de um serviço, verifique os termos da contratação com o provedor do serviço.