Compare planos de internet

O que é giga, mega, kbps e mbps?

Com a chegada da internet, primeiro em nossas casas, depois em aparelhos celulares, muitos termos novos foram inseridos no vocabulário do dia a dia.

Ouve-se muito falar “contratei tantos mega para a minha casa” ou “meu plano de celular oferece tantos giga”. Mas afinal, você sabe o que isso realmente quer dizer?

  • Quanto é um giga?
  • Quanto vale um mega?
  • Isso é quantidade ou velocidade?
  • O que vale mais, giga ou mega?
  • O que é Kbps, Mbps e GB?

Se você fica confuso com esses termos, não se preocupe!

Nós te explicamos o que significa os principais termos utilizados atualmente quando se trata de internet, tanto banda larga quanto móvel, para que você possa escolher a operadora com planos mais vantajosos de acordo com as suas necessidades, sem ser enganado. Vamo lá? (:

Quais os termos para velocidade de internet?

Primeiro, vamos começar falando sobre os termos que são utilizados para medir a velocidade da internet: Kbps e Mbps.

Kpbs é a abreviação para kilobit por segundo, que corresponde a 1000 bits por segundo.

Mbps é a abreviação para megabit por segundo, que equivale a 1000 Kbps ou 1.000.000 bits por segundo.

Apesar de megabit ser a real unidade de medida para contemplar a velocidade da internet, o termo mega, que usamos hoje em dia para falar sobre internet banda larga, não deriva de megabit, mas sim de megabyte, o que acaba gerando muita confusão para algumas pessoas.

Megabytes ou megabits?

O termo megabyte costuma ser mais conhecido do que megabit. No entanto, essas são medidas diferentes, nas quais uma cabe dentro da outra, mas que ambas medem a taxa de transferência proporcionada pela internet, ou seja, velocidade.

Para entender melhor, saiba que:

1 byte = 8 bits

1 kilobyte = 1024 bytes

1 megabyte = 1024 kilobytes

Tanto o bit quanto o byte deram origem ao bps (bit por segundo) e o B/s (byte por segundo). Geralmente, é utilizado o KB/s (kilobytes por segundo) para expressar a taxa de transferência de um download.

Porém, como 1 byte corresponde a 8 bits, o valor em megabyte deve ser dividido por 8 para saber a equivalência em megabits, assim como taxas em kilobytes devem ser divididas por 8 para saber a real velocidade em kilobit.

Mas, por que fazer essa divisão se megabytes e megabits, kilobytes e kilobits servem para medir a velocidade?

As taxas de transferência de dados geralmente são medidas em bytes, kilobytes, megabytes ou gigabytes, tanto em internet fixa quanto móvel, apenas porque são os termos os quais o consumidor está mais familiarizado.

Porém, quando um plano oferece 10 mega por segundo, imaginamos que um arquivo com 10 megabytes vai ser baixado em 1 segundo, certo? Errado!

Apesar da velocidade ser expressa em bytes, a real taxa de transferência é medida em bits por segundo. Por isso, é preciso dividir o valor por 8, como explicado logo acima.

Para simplificar: um arquivo de 10 megabytes, com uma conexão de 10 mega, ao invés de ser baixado em 1 segundo, será baixado em 8 segundos

Isso supondo que o download será feito utilizando a velocidade máxima oferecida pelo pacote – o que não é a realidade, já que muitas vezes a conexão nem chega a atingir a velocidade contratada.

Dessa maneira, o mega que tanto ouvimos falar na hora de adquirir um plano de internet móvel ou fixa acaba sendo uma unidade utilizada apenas para enganar muitos clientes, fazendo com que acreditem estar contratando um serviço de internet 8 vezes mais rápido do que é na verdade.

Por isso, quando for contratar um plano de internet banda larga, fique bem atento aos pacotes oferecidos e não estranhe caso a quantidade de mega não seja correspondente à velocidade das taxas de transferência de download.

Caso você esteja pensando em contratar o serviço de internet ou trocar de operadora na sua casa, escritório, entre outros, aproveite o nosso comparador de planos de internet banda larga para te ajudar a encontrar o melhor pacote para você e para o seu bolso!

O que é maior: giga ou mega?

Essa é uma dúvida bem comum para a maioria das pessoas.

Para começar, é preciso saber o que é giga: essa é a abreviação que corresponde a gigabyte.

Enquanto o mega é mais utilizado para medir a velocidade de internet fixa, o giga vem sendo usado para internet móvel.

Então:

1 MB (Mega) = 1024 KB (kilobytes)

1 GB (Giga) = 1024 MB (Mega)

Dessa forma, podemos concluir que giga é maior do que mega.

No entanto, ao contrário do caso da internet fixa, medida em “mega de velocidade” (mesmo que de maneira errada), o giga serve para dizer a quantidade de internet móvel disponível de acordo com o seu plano.

Por isso, ao procurar por planos de internet móvel, você encontra 2 GB, 5 GB, entre outros. Esse valor corresponde à quantidade de bytes transferidos e contabilizados e é esse número que determina a sua franquia.

Geralmente, a velocidade da internet móvel é determinada a partir da tecnologia. Assim:

  • 4G: Até 5 Mbps de download e 521 Kbps de upload.
  • 3G: Até 1 Mbps de download e 128 Kbps de upload.
  • 2G: Até 78 Kbps de download e 39 Kbps de upload.

Esses valores independem da quantidade de GB contratado.

Como pode ver, as velocidades também variam entre download, aquilo que você baixa, e upload , aquilo que você “sobe” para a nuvem da internet, como postar fotos no Facebook, por exemplo.

Leia também:

Limite de internet banda larga no Brasil: devo me preocupar?

Agora que você já aprendeu sobre o que é giga, mega, Kbps, Mbps, entre outros termos utilizados para se referir à internet e a velocidade disponibilizada tanto em conexões fixas quanto móveis, vai ser mais fácil encontrar um plano de acordo com as suas necessidades.

Se você estiver querendo saber qual a melhor internet banda larga do Brasil, confira os resultados da pesquisa da Anatel no seu estado!

Caso tenha ficado alguma dúvida sobre os termos usados para medir a velocidade da sua internet fixa ou móvel, deixe aqui nos comentários!