Carregando...

Melhor Plano

Starlink Internet

Starlink é o mais novo projeto de Elon Musk, empresário que já inovou as indústrias de automóveis e a aeroespacial, com as empresas Tesla e SpaceX.

Agora, ele está empenhado no projeto Starlink, no mercado de telecomunicações, uma iniciativa ousada para disponibilizar internet via satélite.

Veja a seguir como a Starlink funciona, em quais locais está disponível e quanto vai custar.

Starlink é um projeto de telecomunicações da SpaceX. Idealizado em 2015, o objetivo é oferecer acesso à internet com velocidade de conexão e cobertura global por meio de satélites.

A meta é disponibilizar serviços de internet especialmente em regiões mais afastadas, que, atualmente, têm dificuldade para se conectar. Por isso, a Starlink pode ser competitiva para as operadoras de internet rural.

O diferencial do Starlink para outras empresas que oferecem internet via satélite é que o projeto de Elon Musk é ter satélites suficientes para atender o mundo inteiro!

A ideia inicial é formar uma espécie de constelação com pelo menos 12 mil unidades de satélites Starlink sobrevoando a órbita terrestre.

Com autorização da Comissão Federal em Comunicação dos Estados Unidos (FCC) para começar as operações em 2018, o projeto já colocou os primeiros satélites em órbita em 2019.

Está procurando um plano de internet?

Compare planos de internet banda larga de outras operadoras e economize!

Ver Planos

Atualmente, serviços que dependem de satélites, como a internet de banda larga, TVs por assinatura ou mesmo o GPS, têm conexão de dados bastante limitada. Tanto que muitas operadoras já estão investindo em soluções de fibra óptica para melhorar a entrega.

No Starlink, a transmissão de dados ocorrerá via laser, com informações sendo transmitidas na velocidade da luz.

  • Cada satélite Starlink trabalha em conjunto com mais quatro unidades ao seu redor. O objetivo é deixar a conexão mais estável e confiável.
  • O satélite tem quatro antenas, que trabalham de forma combinada, transmitindo o sinal com mais agilidade.

O projeto Starlink já conta com 10 mil clientes, mas a SpaceX quer alcançar a marca de 5 milhões de clientes!

Até 2021, mais de 4 mil satélites devem estar em órbita, já que, por enquanto, são lançadas 60 unidades por vez, a bordo do foguete Falcon 9. Mas a empresa já estuda formas de aumentar essa quantidade e expandir mais rapidamente a rede.

Quantos satélites Starlink ficarão em órbita?

Cerca de 12 mil satélites devem ser enviados para a órbita terrestre nos primeiros anos do projeto Starlink, mas esse número pode chegar até 42 mil.

Os primeiros mil satélites enviados estão a uma altitude de 550 quilômetros e a previsão é alocar os próximos em alturas diferentes.

Além da altitude atual, a empresa vai trabalhar com satélites a 384 quilômetros e a 1.200 quilômetros de distância da Terra.

A conexão Starlink deve oferecer até 1 GB de velocidade por segundo nos downloads. Entretanto, esse número vai depender muito de fatores como a quantidade de satélites orbitando, o número de clientes utilizando cada antena e até a qualidade do receptor.

A latência do Starlink deve ser de 31 milissegundos (ms) ou menos, o que significa uma velocidade ainda maior.

Para entender melhor: latência é o tempo que a solicitação leva para ser transferida de um ponto ao outro, o que impacta todas as operações que realizamos na internet.

Está pagando caro no seu plano de internet? Aproveite para comparar preços em outras operadoras!

Para acessar a internet Starlink, o usuário precisará de terminais específicos para esse fim. De acordo com a SpaceX, eles devem ser do tamanho de uma caixa de pizza e serão instalados em ambientes externos.

De qualquer forma, ao contratar o serviço, o usuário também deve adquirir um kit com o terminal e um roteador para garantir o pleno funcionamento de todos os dispositivos que tiver em casa.

A internet Starlink já está disponível em 32 países como França, Espanha, Estados Unidos e México. No Brasil, a cobertura chegou aos seguintes estados: 

  • Goiás
  • Minas Gerais
  • Mato Grosso do Sul
  • São Paulo
  • Espírito Santo
  • Rio de Janeiro
  • Paraná
  • Santa Catarina
  • Rio Grande do Sul

A Starlink também já está disponível em alguns locais da Bahia como Salvador, Ilhéus, Jequié e Vitória da Conquista. 

📌 Veja a cobertura da Starlink atualizada no site da operadora

 

Após aprovação da Agência de Telecomunicações (Anatel), a internet banda larga via satélite da Starlink foi autorizada a funcionar no Brasil. Mas, no momento, está disponível apenas em regiões do Sul e Sudeste. 

Quem estiver interessado na Starlink Brasil, basta:

Confira abaixo mais detalhes sobre os preços e planos da Starlink Brasil.  

Precisando de uma internet mais estável?

Compare planos de internet fibra óptica de outras operadoras na sua região.

Ver Planos

Para quem deseja contratar a Starlink Brasil, a redução de 50% no valor da mensalidade pode ser uma boa oportunidade.  

Segundo a SpaceX, os planos caíram de R$ 530 para R$ 230 por mês. O novo valor já está valendo desde agosto de 2022 para todas as áreas com cobertura. 

Porém, ainda será necessário comprar o kit de instalação com receptor e mini antena parábolica. O custo é a partir de R$ 2.000. 

Uma curiosidade interessante sobre o Starlink é que os satélites podem ser vistos a olho nu. Nos primeiros dias após o lançamento, eles ficam orbitando em altitude baixa e podem ser vistos como um cordão de estrelas.

Os melhores horários para vê-los são ao pôr-do-sol ou quando está amanhecendo. E se você está curioso para ver, basta usar os aplicativos Heavens Above (para aparelhos Android) ou Sky Live (iOS) e descobrir em quais regiões os satélites vão passar.

Enquanto o Starlink não funciona por aqui, entenda como funciona e quais operadoras disponibilizam internet via satélite no Brasil.

Conteúdo atualizado em

Talia Lage

Por Talia Lage

Analista de Marketing de Conteúdo e SEO