Compare planos de internet

Autogestão | Conheça 5 Ferramentas Para Melhorar Sua Produtividade

Dentre as diversas mudanças pelas quais o mercado de trabalho tem passado nos últimos anos, uma em especial está trazendo uma série de benefícios: o aumento da autonomia no ambiente de trabalho.

Com essa realidade, torna-se cada vez mais necessário desenvolver a habilidade de autogestão, que visa dar mais liberdade aos colaboradores dentro da empresa e distribuir as hierarquias, reduzindo a burocracia.

Quer saber mais? Confira neste artigo, o que é autogestão, suas principais vantagens e dicas de ferramentas para você fazer sua própria gestão. 

O que é a autogestão?

A autogestão é um modelo de cultura organizacional inovador que tem o objetivo de dar mais autonomia aos colaboradores de uma empresa, definindo exatamente qual a responsabilidade de cada um e que posição eles ocupam na hierarquia do negócio.  

A proposta é deixar bem claro o papel de cada integrante do time para que todos tenham o máximo de autonomia na tomada de decisões e sejam responsáveis pela solução de problemas e desafios que cabem à sua função. Com isso, a burocracia é menor e os procedimentos tornam-se mais ágeis.

Na prática, a ideia é que o colaborador não precise reportar ao chefe sempre que precisar tomar uma decisão, pois ele sabe exatamente o que pode ou não fazer. Para isso, é fundamental que as regras e diretrizes das equipes sejam bem estabelecidas.

O objetivo dessa forma de gestão organizacional é fazer com que a empresa seja mais ágil, rápida e alinhada às novas demandas do mercado, que pede cada vez mais soluções imediatas e assertivas. 

Quais as vantagens da autogestão?

A implantação da autogestão dentro das empresas deve ser um processo bem planejado e executado. Isso porque trata-se de uma novidade para muitas pessoas, o que pode, a princípio, dificultar a assimilação desse modelo.

Mas para as empresas que se propõem a adotar essa forma de gestão, os benefícios são muitos. Veja algumas das principais vantagens da autogestão:

  • Agilidade na tomada de decisão: possibilita que os colaboradores consigam resolver seus problemas sem precisar da aprovação dos gestores, principalmente para alguma tarefa ou atividade que ele já conhece;
  • Aumento da produtividade: um colaborador organizado e que entende o conceito de autogestão, na prática, tende a ser mais engajado com suas tarefas e, consequentemente, mais produtivo nas entregas;
  • Democratização dos processos de trabalho: faz com que todos sintam-se parte importante da empresa, pois sabem quais são suas tarefas e responsabilidades e, com isso, enxergam seu valor dentro da organização;
  • Aproximação entre líderes e liderados: a autogestão aumenta a confiança das lideranças de que os colaboradores têm condições de tomar as decisões que lhes cabem;
  • Desenvolvimento de metas pessoais: com mais responsabilidades, os colaboradores se sentem mais motivados porque sabem que seu trabalho é essencial para garantir também que outros colegas consigam alcançar seus resultados.

E como colocar em prática a autogestão? Confira a seguir diversas ferramentas que podem auxiliar você nesse processo, o que acaba sendo positivo para o funcionário e também para a empresa.

5 aplicativos para a autogestão

Agora que você já viu a importância da autogestão no mercado de trabalho, preparamos uma lista com cinco ferramentas online que podem ser ótimas aliadas para você começar a fazer a sua autogestão.

São aplicativos e sites que ajudam na organização das finanças, na gestão das tarefas e compromissos, além do controle do tempo em cada tarefa.

1. Trello

O Trello é uma ferramenta de gerenciamento de tarefas e pode ser usado tanto pelo desktop quanto pelo aplicativo. Com ele, é possível separar os projetos em etapas: “a fazer”, “fazendo” e “feito”, compartilhando esses status com toda a equipe. Dessa forma, é possível acompanhar o andamento e o progresso para que você se organize melhor.

2. Organizze

O Organizze é uma ótima opção para quem está precisando fazer gestão de finanças. Ele faz a conversão de moedas e também permite que o usuário crie categorias de finanças, como aluguel e financiamentos, por exemplo.

Com as informações inseridas, ele gera gráficos para ajudar no entendimento das contas e também permite a criação de alertas, para que o usuário não esqueça de pagar uma conta.

Como fazer um planejamento financeiro no período de crise

3. Google Agenda

Com o Google Agenda, você consegue organizar, como o próprio nome diz, a sua agenda de compromissos. Nela é possível incluir suas atividades, sejam elas profissionais ou pessoais, e receber notificações sobre cada uma delas.

Uma funcionalidade interessante e bastante útil desse aplicativo é que ele permite que você compartilhe e sincronize sua agenda com outras pessoas e configure, por exemplo, a cor em que os compromissos aparecem, para que eles não se misturem.

4. TomatoTimer

Esse aplicativo utiliza a técnica Pomodoro, estratégia conhecida desde 1980 para melhorar a administração do tempo. Ela utiliza um cronômetro para dividir o tempo de realização de uma tarefa, com duração de 25 minutos, que são chamados de pomodoro.

Após concluir a tarefa em 25 minutos (que equivalem a um pomodoro), é feito um intervalo, que pode variar de 5 a 30 minutos. Não é preciso instalar aplicativos no computador ou celular para utilizar a técnica, basta acessar o site, que funciona diretamente pelo navegador. A ferramenta é útil para evitar a procrastinação e distrações e pode ser utilizada para o trabalho e/ou estudos.

5. Tangerino controle de ponto digital

Como é feito o controle da jornada de trabalho na sua empresa? Você sabe exatamente quantas horas trabalhou e se possui horas extras ou banco de horas?

Essas são informações que o Tangerino consegue fornecer para as empresas, a partir do registro de ponto feito pelos funcionários. 

O software funciona como uma solução para autogestão da jornada de trabalho, pois possibilita que o usuário acompanhe as horas trabalhadas pelo aplicativo de controle de ponto, que é instalado em um dispositivo móvel. 

Assim, o colaborador consegue ter mais controle sobre as horas extras e banco de horas, podendo, por exemplo, se organizar para negociar folgas e usar suas horas para chegar mais cedo ou sair mais tarde. 

Quer acessar esses aplicativos no seu celular? Para isso, é importante ter uma boa conexão de internet 4G! Aproveite e compare os planos de celular com internet móvel disponíveis na sua região e economize:

O que achou do conceito de autogestão? Você já trabalha dessa forma e utiliza algumas dessas ferramentas para auxiliar sua própria gestão? Conta pra gente nos comentários!